quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Os diálogos não cessam - nem no temporal

Dono da Casa chega mais cedo e, num ato destemido, decide ir ajudar Sabrina com o jantar. Mal sabe ele o tipo de papo que rola nessas horas de refeição. E mesmo com a chuva despencando lá fora, ele comenta:

- Ai, que chuva boa caindo, né?

- Boa nada, chuva chata... (#tom emburrado: on)

- Que é isso, Sá? Porque 'chata'?

- Porque a chuva tirou a TV do ar, olha ali. (#a tela distorcida confirma).

- Ah, vai! E o que é mais importante, Sabrina, a TV ou a chuva?

- ...

- Hein?

- ... a TV...

- Como assim?? (#Dono da Casa, o menino-da-selva, se põe indignado).

- ... ué, Pai... Se a TV sai do ar, como é que você vai saber se vai chover de novo amanhã?

Segue-se toda uma explicação geológico-social provando que a chuva é moooito mais importante que a TV. Mas eu desconfio que, mesmo concordando no final, meio de canto de boca, ela ainda sente que chuva é bom, mas TV é TV - não cai do céu.


Sabrina não entende porque você não sai dessa chuvarada e vai pra casa ver TV, Gene...

3 comentários:

Nanael Soubaim disse...

Ah, menininha formadora de opiniões!!! Essa menina é um perigo! Só falta virar jornalista.

mihuda disse...

Sabrina é demais, ela sempre tira as palavras da minha boca! ;)

Daniele disse...

Que fofa! Com a Sá, não tem tempo ruim! :D