quarta-feira, 12 de maio de 2010

Duas de ontem

Daí estávamos nós voltando da escola, carregando mochilas etcs., e camelando pelos dois andares escada acima. E a Sasá me diz:

- Mamãe, tô cansada... Podia ter um elevador no nosso prédio, né?
- Ah, Sá... Podia. Mas elevador também é chato, porque demora, vive cheio de gente, teríamos que esperar muito. Tudo tem seu lado bom e seu lado ruim, né, filha.
- ...
- Que é essa cara, Sá?
- Mãe, o lado ruim tá fazendo doer o meu joelho.

* * * * *


Daí ela, mais cansada ainda, estava saindo do banho, toda manhosa de sono. E assim, do nada:

- Mãe, eu não quero que você fique velhinha.
- Bom, filha, eu acho que isso ainda demora. E quando eu for bem velhinha, você vai ser também e a gente vai curtir bastante!
- Mããe... (choramingando daquele jeito mais mariquinha) Eu não quero ficar velhinha!
- Ô, Sá, por que não?
- Porque tem que cuidar de muitos netos, fazer comida pra todos, ficar ouvindo o tempo inteiro 'vó, vó, vó!'...

E daí a gente conclui duas coisas: primeiro, que as crianças de hoje são muito mimadas pela tecnologia (mesmo sendo ela um mero elevador); e, segundo, que já aos 5 anos é possível ter uma observação bem apropriada da realidade (mesmo ela não virando uma boa auto-crítica).

4 comentários:

mihuda disse...

Sabrina pensando a frente, faz lembrar de quando eu era criança. Cinco segundos após receber minha anti-tetânica (9 anos) comecei a chorar, mas não era só a dor da picada atual, foi por saber que teria de tomar outra aos 19. E este medo me perseguiu por um bom tempo. Depois que minha mãe teve minha irmã, na época eu tinha 7 anos, decidi que não teria filhos, porque tenho pavor de vomitar.
As vezes eu queria ter um elevador em casa, mesmo morando em um sobrado! hahaha

Gabi Petrucci disse...

Eu me derreto toda com a Sá!
Nessa idade e já pensando em netos? Fofa.

Beijo

Nanael Soubaim disse...

Registre, daqui a uns anos escreva alguns roteiros em cima do que ela diz. Se voltarmos a ter humoristas de verdade, terás uma recompensa financeira pela paciência investida.

Eu não gosto de elevador.

Mônica Vidal disse...

Escuta essa: a minha afilhada (tem 5 anos) falou pra mãe dela outro dia, enquanto elas estavam no banho:

afilhada (chorando): "Mãe, eu ñ quero que vc morra!"
Mãe:"Mas filha, a mamãe não vai morrer, pelo menos não tão já."
afilhada: "Vai sim, olha só como vc ta velha!".

Detalhe: elas estavam no banho e a minha afilhada medindo a mãe de cima embaixo. É de querer morrer, né!? Isso porque minha amiga tem 28 anos.

Crianças...

Bjs